Marieta Severo analisa maldades de sua vilã em ‘O Outro Lado do Paraíso’: ‘Sophia é um retrato da nossa época’

Marieta Severo é a vilã Sophia, em
Marieta Severo é a vilã Sophia, em "O Outro Lado do Paraíso" (Foto: Raquel Cunha/Globo)

Nem mesmo os 14 anos como dona Nenê, em “A Grande Família”, de 2001 a 2014, foram capazes de aliviar a barra de Marieta Severo junto ao público. Não é para menos, são tantas as maldades de Sophia, sua personagem em “O Outro Lado do Paraíso”, que já tem quem dê uma torcida de nariz para a atriz nas ruas. “Tudo bem, a gente sabe que ela não é nenhuma fofinha, né?”, diz brincando ao repórter Daniel Vilela, da revista Tititi. Ela ainda faz questão de colocar a mau-caráter em seu devido lugar! “Não tenho nada a ver com ela, viu?”

E põe diferença nisso! Discreta, e com uma vida bem simples e regrada, Marieta não deixa seduzir pelo brilho das esmeraldas, que, mais hora menos hora, ainda vão levar Sophia e sua trupe do mal à perdição. “Ela acha que o dinheiro é o valor absoluto na vida”, analisa, que vê sua grande riqueza na felicidade e no bem-estar das três filhas, Sílvia Buarque, Luísa Buarque e Helena Buarque, e dos sete netos.

Aliás, este é outro ponto que distancia intérprete de personagem. Afinal, como mesmo brinca, de Severo é só o sobrenome. Se Marieta tem uma verdadeira paixão pelas herdeiras, frutos do antigo casamento, de mais de 30 anos, com o cantor e compositor Chico Buarque -, não dá pra dizer o mesmo da relação entre Sophia e a rejeitada Estela (Juliana Caldas). “As palavras ditas por ela são tão duras que chorei por bastante tempo depois, revela a profissional, ao relembrar momentos em que sua personagem chamou a filha, que tem nanismo, de “monstrengo”.

Marieta Severo e Juliana Caldas (Foto: TV Globo)
Marieta Severo e Juliana Caldas (Foto: TV Globo)

Essa é a segunda vilã seguida de Marieta Severo, já que interpretou Fanny, de “Verdades Secretas”, em 2015, também de Walcyr Carrasco. Ainda segundo a publicação, a atriz disse que “Fanny perto da Sophia é coisa pequena. Claro, ela mexia com prostituição, mesmo que no fundo ajudasse aquelas meninas a ganhar dinheiro, comprar apartamento… A maldade dela tinha um limite. A Sophia me parece sem limites, para chegar aonde quer não vê problema no caminho. Nada a detém”.

Mas há algo de bom na Sophia? “Ela ama os filhos, claro, do jeito dela. Vive em função dessa família, que usa como pretexto para colocar as mãos nas esmeraldas. Ela sempre quis manter as aparências, os valores, então acha mesmo que está agindo para o bem deles.

Marieta Severo como a vilã Sophia, em "O Outro Lado do Paraíso" (Foto: TV Globo)
Marieta Severo como a vilã Sophia, em “O Outro Lado do Paraíso” (Foto: TV Globo)

A atriz Juliana Caldas, que faz a filha com nanismo na trama, disse que foi duro para as atrizes lidarem com as falas preconceituosas da Sophia. “A preparação foi muito difícil, porque a personagem ainda não estava lá, me servindo de escudo. Agora, com mais intimidade que se vai criando, dá para falar barbaridades, combinar, ‘vamos dizer assim, numa boa’. Ao fim das cenas, a gente se abraça, dá um beijo e tudo certo. Até porque eu, Marieta, não tenho nada a ver com ela, né?”.

“Sophia é um retrato da nossa época. Muito moderna, de atualidade extrema. O grande valos da vida dela é o poder do dinheiro. E, para ter dinheiro, ela faz qualquer coisa. Para ela, o valor mais absoluto na vida. Reconhece isso em alguém? Acho que já, né? Não tem nada mais assustador que a realidade hoje em dia”, diz Marieta Severo ao repórter Daniel Vilela, à Tititi.